HÉRNIA DE DISCO, O GRANDE TABU!

05/01/2017 às 16h57

HÉRNIA DE DISCO, O GRANDE TABU!

Uma única palavra resume todas essas exclamações: NÃO!

Hérnia de disco mostra-se um grande tabu no dia a dia dos pacientes e do consultório, muitos pacientes a temem como se fosse uma sentença de invalidez, isso deve-se normalmente a desinformação e informações catastróficas promovidas por profissionais mal preparados e pesquisas do google. Vamos desmistificar:

....

Um estudo prospectivo publicado na Acta Ortopédica da Bélgica com 89 pacientes obteve melhora com tratamento conservador (medicação e reeducação muscular) em 81% dos pcts.

...

Ricard em um estudo com 690 pacientes obteve bons resultados com tratamento Osteopático em 91,32% dos pacientes com 7 a 8 atendimentos.

...

Estudo publicado no JMAThai explorou fatores preditivos de falha para tratamento conservador, nele conclui-se que os resultados são ruins em pacientes com déficits neurológicos decorrentes da hérnia por tempo maior que 1 ano ou pacientes que tenham grande fragmento de hérnia sequestrada. As situações em negrito correspondem a menos de 1% dos pacientes.

....

Sendo assim podemos concluir que a primeira abordagem para tratamento de pacientes com esse quadro patológico deve ser conservadora, se tentarem tratamento Osteopático por 8 atendimentos associado a reeducação da função muscular certamente a chance de melhora chegará muito próxima do 100%, salvo exceções citadas no último artigo. A grande vantagem do tratamento conservador versus cirúrgico, além dos menores riscos envolvidos, é a diminuição do risco de recidivas, já que o tratamento conservador reequilibra o corpo do paciente para melhora, e não apenas remove a estrutura que gera sintoma.

...

www.drdiegoferreira.com

instagran: @dr.diegoferreira

facebook: @dr.diegoantonioferreira

Comente